Cabo passa a ocupar oficialmente uma das cadeiras do Comitê Técnico da Microrregião de Saneamento RMR-Pajeú
access_time 05/10/2021


O município do Cabo de Santo Agostinho passa a ocupar uma das 11 cadeiras do Comitê Técnico da Microrregião de Saneamento da Região Metropolitana do Recife (RMR) – Pajeú. O conselho representa 160 municípios e a Ilha de Fernando de Noronha. O membro do Cabo será o secretário executivo do Meio Ambiente, Geraldo Miranda.

Em Pernambuco, o Projeto de Lei Complementar nº 2391/2021 instituiu as Microrregiões de Água e Esgoto. A iniciativa tem como objetivo agrupar as cidades em microrregiões para garantir que a prestação dos serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário cheguem a toda população, independentemente da condição financeira dos municípios, sobretudo, os de menor porte e capacidade financeira, que poderão se associar a outros maiores.

A prestação regionalizada não é só incentivada pelo novo marco, mas é pré-requisito para acesso a recursos federais de financiamento de obras de saneamento. Segundo o marco federal, até 2033 todos os municípios de Pernambuco terão que ter 90% dos esgotos coletados e tratados e 99% dos cidadãos deverão ter acesso a água em casa.

Os representantes foram eleitos no dia 28 de setembro, em assembleia extraordinária para instituição do Comitê Técnico da Microrregião de Água e Esgoto RMR-Pajeú (MRAEII). São eles: os três indicados pelo governo do Estado, Simone Rosa, Cleyton Araújo e Márcia Moraes; e pelos municípios foram Geraldo Miranda (RMR); Paulo Bandeira de Lima (Agreste Setentional); Matheus Vasconcelos (Agreste Meridional); Éricka Moura (RMR); Elias da Silva (Sertão); Marco Antônio da Silva (Mata Sul); Péricles Tavares (Mata Sul); Humberto Correia Lima Júnior (Agreste Central).

Geraldo destacou a importância do Cabo de Santo Agostinho representar a Região Metropolitana do Recife no comitê. “O Cabo é o município que mais produz água no Estado de Pernambuco e tem uma riqueza imensurável, sem contar as questões ligadas às conservações. Então, do ponto de vista ambiental, o município é privilegiado e é importante ter uma participação forte na política de saneamento dentro do Estado, representando essas discussões na microrregião”, afirmou o secretário executivo de Meio Ambiente do Cabo.

O evento de nomeação aconteceu na Fazenda Monte Castelo, em Gravatá, organizado pela pela Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe), pela Secretaria Estadual de Infraestrutura e Recursos Hídricos (Seinfra) e pela Secretaria Executiva de Recursos Hídricos de Pernambuco.

Por Jessica Mezzomo

Foto: Divulgação







Prefeitura Municipal do Cabo de Santo Agostinho
Endereço: Rua Manoel Queirós da Silva, 145, Torrinha
Telefone: +55 (81) 3521.6645
CNPJ: 11.294.402/0001-62
© Todos os direitos reservados para a Prefeitura Municipal do Cabo de Santo Agostinho