Instagram Facebook Twitter Youtube e-SIC: Sistema Eletrônico de Informação ao Cidadão



Secretaria Municipal de Educação realiza abertura da campanha Maio Laranja
access_time 05/05/2022


Em alusão à Campanha Nacional Maio Laranja, a Prefeitura do Cabo de Santo Agostinho, por meio da Secretaria de Educação, promove, na manhã desta quinta-feira (05), a abertura da campanha de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. A iniciativa visa reforçar a importância da campanha, informar e conscientizar a população e profissionais da educação, que trabalham diretamente com o público infanto-juvenil, realizando debates acerca deste tema. Para tal objetivo, a Secretaria de Educação organizará, durante os dias 06 e 13 de maio, atividades didático-pedagógicas, como rodas de conversa e cinedebates, nas escolas municipais.

Segundo dados da cartilha “Abuso Sexual contra crianças e adolescentes: abordagem de casos concretos em uma perspectiva multidisciplinar e interinstitucional”, a violência sexual contra crianças e adolescentes é a quarta maior causa de denúncia no Disque 100. Os dados ainda apontam que, geralmente, o abuso sexual se inicia entre os 6 e 12 anos de idade, contudo, a idade que o abuso sexual é mais frequente varia dos 8 aos 12. O estudo também revela que no ano de 2021, o Disque-denúncia registrou 100.974 casos, sendo o maior índice ocorrido no mês de maio, com 9.723 relatos em todo o Brasil.

“Como estratégia de combate à violência sexual contra crianças e adolescentes estamos realizando esta campanha, com o objetivo de informar, sensibilizar e mobilizar a sociedade a participar da defesa do público infanto-juvenil. Nós estamos também reconhecendo que a escola é o espaço de produção e circulação de conhecimento e que precisamos instruir os profissionais da educação para que tenham clareza dos tipos de violência contra crianças e adolescentes, cujos existem. A escola não pode ser omissa, precisamos nos posicionar e o professor precisa saber encaminhar os casos aos órgãos responsáveis, sem ter medo”, destacou a coordenadora de Educação Inclusiva, Direitos Humanos e Cidadania, Arségila Neves.

“É muito importante que estejamos atentos, que os professores, gestores e toda a equipe pedagógica estejam preparados para identificar situações de abuso e exploração sexual contra nossas crianças e adolescentes. A escola é um espaço primordial e é necessário que saibamos como agir em casos semelhantes a esses, o que falar, lidar, apoiar a criança, o adolescente e a sua família”, ressaltou o Secretário de Educação, Hebert Gomes.

É importante lembrar que, o “Maio Laranja” existe há 22 anos. A campanha foi criada após a menina Araceli Cabrera Crespo, que à época tinha 8 anos de idade, ter sido drogada, espancada, estuprada e assassinada, em Vitória (ES), no dia 18 de maio de 1973.

Por Tayná Benigno

Foto: João Barbosa








© Todos os direitos reservados para a Prefeitura Municipal do Cabo de Santo Agostinho
Rua Manoel Queirós da Silva, 145, Torrinha | Fone: +55 (81) 3521.6645
CNPJ: 11.294.402/0001-62