Cabo lança aulas de reforço aos sábados para estudantes do município e contrata professores temporários
access_time 16/08/2021


A Secretaria de Educação do Cabo de Santo Agostinho publicou, nesta segunda (16), edital de seleção pública simplificada para contratação temporária de 60 professores que vão atuar no Programa Aprova Cabo.

A ideia é preparar os estudantes do 5º ao 9º ano da Rede Municipal para avaliações do Saepe (Sistema de Avaliação Educacional de Pernambuco) e Prova Brasil (Avaliação Nacional do Rendimento Escolar), de forma a aumentar o ingresso dos alunos nas Escolas Técnicas Estaduais e Institutos Federais de Educação.

O reforço também é uma tentativa de amenizar o déficit na aprendizagem causado pelo período pandêmico que levou ao afastamento dos estudantes das aulas presenciais.

"Estamos investindo na educação para melhorar o desempenho dos alunos e o projeto vem para incrementar o Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) do nosso município. Temos a certeza de que a educação transforma a realidade das pessoas", afirmou o prefeito do Cabo, Keko do Armazém.

Serão contratados 30 professores de língua portuguesa, sendo duas vagas reservadas para portadores de deficiência e outros 30 de matemática, com o mesmo número de vagas para PCDs, cumprindo a exigência de 5% de vagas para esse público, de acordo com o que rege a Constituição do Estado. Haverá, ainda, formação de cadastro de reserva para professores de braile e intérpretes de libras.

Os contratos temporários terão prazo de 50 dias (prorrogáveis por igual período), a contar da data de início das atividades do Aprova Cabo, marcado para começar em 18 de setembro.

As aulas aos sábados vão beneficiar os 5 mil estudantes das escolas municipais e vão acontecer em 12 polos da cidade. A abertura do programa acontece no dia 11 de setembro, de forma remota, e no dia 18 presencialmente. A prefeitura vai fornecer alimentação aos estudantes nos oito sábados de duração do reforço escolar.

O processo seletivo visa atender à necessidade temporária do município para iniciar o programa e será realizado em uma única etapa de avaliação curricular (análise de títulos) em caráter eliminatório e classificatório.

O salário pago àqueles que passarem pela seleção está previsto em R$ 26 a hora/aula com acréscimo de 50% de trabalho aos sábados, totalizando R$ 2.496, além de R$ 400 referentes a ajuda de custo. As jornadas de trabalho serão de 64 horas/aula, constituídas de 8h/aulas por sábado.

A seleção é interna e externa, ou seja, os professores da Rede Municipal também podem se inscrever. "O projeto faz parte do planejamento estratégico da administração municipal. O objetivo é preparar nossos alunos para as avaliações externas e recuperar os aprendizados prejudicados pela pandemia", disse o secretário de Educação do Cabo, Heberte Gomes.

As inscrições para a seleção começaram nesta segunda (16) e seguem até a sexta-feira (20). Podem ser feitas de forma presencial na sede da Secretaria da Educação (Rua Vereador Severino Bezerra Marques, s/n, Centro, Cabo de Santo Agostinho) das 9h às 14h, ou no formulário https://forms.gle/sAuG9oZGRj8TXT7t9 . O resultado com os selecionados será divulgado no dia 24 de agosto, os recursos poderão ser ingressados no dia 25 e no dia seguinte será divulgado o resultado dos recursos. No dia 30 acontecerá a apresentação da documentação dos selecionados.

O edital do concurso foi publicado no Diário Oficial dos Municípios.

Por Leonardo Spinelli

Foto: Léo Domingos







Prefeitura Municipal do Cabo de Santo Agostinho
CNPJ: 11.294.402/0001-62
Endereço: Rua Manoel Queirós da Silva, 145, Torrinha
Cabo de Santo Agostinho, Pernambuco, Brasil
Telefone: +55 (81) 3521.6645
 

© Todos os direitos reservados para a Prefeitura Municipal do Cabo de Santo Agostinho